top of page

Filhote

Brachyplatystoma filamentosum  (Lichtenstein, 1819)

Brachyplatystoma filamentosum

(Lichtenstein, 1819)

Família: Pimelodidae

Nomes Populares: Piraíba, Piratinga, Piranambu.

Tamanho: Porte grande, pode alcançar até 3,60 m e pesar 200 kg.

Biologia
  O Filhote é o maior peixe de couro da bacia Amazônica. É carnívoro com tendência a piscívoro, ou seja, capturam outros peixes para se alimentar. Sua reprodução ocorre durante os períodos de piracema, movimento em que as espécies sobem as cabeceiras cerca de 4.000 quilômetros, até encontrar o local ideal para a desova.

Morfologia

  Possui corpo roliço, cabeça comprimida, com os olhos pequenos e situados no seu topo. Seus barbilhões maxilares são roliços e muito longos, cerca de duas vezes o tamanho do corpo nos jovens, e cerca de dois terços do corpo, nos adultos.

  O segundo par de barbilhões mentonianos é pequeno, alcançando apenas a base da nadadeira peitoral. Sua boca é sub inferior, com a placa dentígera da maxila superior localizada parcialmente à frente daquela da maxila inferior. Os jovens apresentam o corpo de coloração clara, com várias máculas escuras e arredondadas na sua porção terminal superior, as quais desaparecem à medida que o peixe cresce. Nos adultos, a coloração é cinza-escuro-amarronzada no dorso e clara no ventre.

 

Habitat
  É uma espécie que habita rios de águas doces e calhas profundas de grandes rios de clima subtropical.

Distribuição geográfica 

  Sua distribuição se estende na América do Sul como Argentina, Guianas e no Brasil, nas bacias Amazônica e do Tocantins-Araguaia.

Potencial para cultivo

  O Filhote é muito apreciado por seu sabor, além de conter pouca gordura. Mas, poucos são os estudos voltados para o cultivo desta espécie. Ainda não há registro de sua reprodução em cativeiro, dado seu ciclo de vida natural complexo.

bottom of page