top of page

Pirarara

Pirarara

Phractocephalus hemioliopterus

(Bloch & Schneider, 1801)

Família: Pimelodidae

Nomes Populares: Parabebe, Pirabepre, Cajaro.

Tamanho: Porte grande, pode alcançar até 1,30 m e 80 kg.

Biologia
  É um peixe onívoro, sua alimentação se baseia em crustáceos, peixes e frutos. Sua reprodução se dá uma vez por ano e faz migração, quando sobe as cabeceiras dos rios para a desova.

Morfologia

  A Pirarara é um peixe de couro, de corpo robusto. Sua cabeça é ossificada, achatada e grande, assim como as nadadeiras adiposa, dorsal e anal de cor alaranjada brilhante. Apresenta coloração do corpo cinza-escura, com uma faixa longitudinal branco-amarelada ao longo dos flancos, indo da cabeça à nadadeira caudal. Estas características fazem da Pirarara um dos peixes mais coloridos da bacia amazônica.

 Habitat
   Habita poços e canais dos médios e grandes rios. São peixes migradores de clima tropical. Faixa ótima de temperatura 20 a 26 °C e pH de 5,5 a 6,0.

Distribuição geográfica 

   América do Sul: bacias Amazônica, Araguaia-Tocantins e do Orinoco.

Potencial para cultivo

  A Pirarara é utilizada no aquarismo jumbo (exposto em grandes aquários de parques e museus), também é cultivada para a engorda. Sua carne apresenta sabor forte e gordura em excesso. Trata-se de um peixe robusto, vigoroso, com rápido crescimento, se adapta aos diversos sistemas de produção e apresenta fácil manejo. É uma espécie com alto valor agregado.

Phractocephalus hemioliopterus  (Bloch & Schneider, 1801)
bottom of page